Avançar para o conteúdo principal
BlogVisão geral das nuvensVulnerabilidade de OpenSSL com coração

Vulnerabilidade OpenSSL com coração

1

No dia 7 de Abril de 2014 foi lançada uma vulnerabilidade (CVE-2014-0160, também conhecida como "Heartbleed") que poderia permitir aos atacantes ver informações sensíveis na memória de um servidor, tais como chaves e senhas secretas. Dada a gravidade deste problema, a Linode tomou as medidas necessárias para manter nossos clientes e suas informações a salvo de possíveis ataques.

Estou Vulnerável?
Desde que Heartbleed está na natureza há mais de um ano, os servidores poderiam ter sido comprometidos por algum tempo. Esta vulnerabilidade expõe um sistema a atacantes que podem extrair informações sem deixar vestígios de atividade maliciosa.

Foi publicada uma ferramenta que permite aos administradores testar a vulnerabilidade do seu sistema. Se o seu site tem um certificado SSL, vá para o Página de teste com coraçãoInsira o URL do seu site e execute o teste de vulnerabilidade. A fonte desta ferramenta pode ser encontrada em GitHub. Por favor, note que uma pontuação de passagem não significa que o seu sistema não é vulnerável de outra forma. O software que foi compilado contra a biblioteca antiga precisará ser recompilado.

Linode é vulnerável?
Assim que essa vulnerabilidade foi revelada, nossa equipe de segurança concluiu as atualizações em toda a nossa infraestrutura para corrigir o bug. Devido à natureza da questão, estamos em vias de concluir uma auditoria completa dos nossos sistemas e de regenerar os certificados afetados.

Protegendo o seu sistema
Estamos encorajando todos os clientes da Linode a executar atualizações de software e recompilar software compilado contra bibliotecas vulneráveis. Neste momento, todos os nossos mirrors de pacotes foram atualizados com pacotes que contêm correções para este problema. Se você gostaria de saber mais sobre como corrigir o seu sistema e reemitir certificados SSL, por favor veja nosso guia na Biblioteca Linode.

 


Comentários (10)

  1. On the VMs, I assume that it is “impossible” for vulnerable tenant to affect his/her neighbor who is patched.

  2. The question is _WAS_ linode infra vulnerable? Is there the chance that passwords have been stolen?

    If you were using an older version of openssl (CentOS 5 or even CentOS 6.4 or older) then you were never vulnerable.

    What linode servers were vulnerable, and over what time period?

  3. Seems that all of your packages have not been updated, just specific packages for specific releases. If you’re not running one of those specific releases, you either have to upgrade your entire distribution or keep running vulnerable software.

  4. @camper67 That is correct. In fact, this vulnerability cannot even leak data from other processes on the same machine.

  5. Stephen, of course it was. Most of the internet was/is. It was introduced about 2 years ago, so potentially for that duration of time.

    Theoretically for most of the internet, including Linode, it is possible some sensitive information was leaked however since the exploit/PoC was only released yesterday (and immediately patched) I think the chance of that is very small.

  6. Hey guys

    Can I assume we’ll see an update when the new certificates are deployed and the audit is complete? There’s no point changing passwords until then.

    cheers.

  7. Ricardo,

    I don’t think you’ve answered J Irving’s question. Tests like filippo.io/Heartbleed can tell us whether a vulnerable OpenSSL implementation is present at the time of the test.

    However, according to my understanding, the test can’t tell us whether the private key and certificate being used were issued *after* all services were updated to a non-vulnerable version.

    For that, we need an explicit statement from Linode.

    Cheers,
    Matthew

  8. Anyone that continues to see use the same passwords after this terrible event that took years for the hosting community to find out. Is not thinking straight. If you have ever your credit card into an Open SSL encrypted gateway for typed in anything on what he felt was historically safe. you were wrong.

    Change your passwords ASAP

  9. Matthew: The private key and certificate being used were created after all services were updated to non-vulnerable versions, and the old certificates have been revoked.

Deixe uma resposta

O seu endereço de correio electrónico não será publicado.